Sakura Spirit - Tradução

junho 27, 2015


Yea! 。◕‿◕。
Sakura Spirit é uma Visual Nove, o visual , as personagens foram muito bem trabalhadas. São umas das Visual Novels mais bonitas e mais desejadas do Steam . E como é muito conhecida,muita gente tem e acho elas muito lindas, eu quis ter ^.^ Ainda estou jogando, mas vou postar as falas traduzidas que passei até o momento e ir atualizando o post. Não irei postar imagens do jogo, afinal.. vocês não iriam ter motivo para pegar o jogo se eu fizesse isso, não é mesmo?




❏ ❐ ❑ ❒❏ ❐ ❑ ❒❏ ❐ ❑ ❒❏ ❐ ❑ ❒❏ ❐ ❑ ❒❏ ❐ ❑ ❒❏ ❐ ❑ ❒❏ ❐ ❑ ❒❏ ❐ ❑ ❒❏ ❐ ❑ ❒❏ ❒❏❒❏❒❏❒❏❒❏❒❏❒❏❒❏❒❏


Cada pessoa tem um sonho que desejam seguir


No entanto,como as pessoas crescem, muitas vezes eles vêm a perceber a verdade:
Os sonhos são nada mais do que contos de fadas.


Pelo menos isso é o que a maioria das pessoas dizem...

Então, o que acontece com aqueles que acabam por realizar seus sonhos?
Eles são incrívelmente sortudos?




Pai:-Todo homem tem um sonho que ele quer realizar.

Pai:-No entanto, há algo muito importante que você deve saber, meu rapaz ...
Pai:-Um homem de verdade não desiste de seu sonho, não importa o que os desafios esmagadores que ele pode ter de enfrentar!

*pensamento* 

Eu ainda me lembro dessas palavras tolas que meu pai costumava dizer. Mas, apesar do seu jeito bobo, eu encontrei-me inspirado pelo então.

Desde que eu era uma criança eu tenho sido interessado em artes marciais

Não importava se eu assisti a um jogo na televisão ou ler um mangá sobre algum artista de herói marcial ..

Esse sempre foi o meu sonho de se tornar um artista marcial um dia. Claro, era um pouco infantil, eu pensar que poderia me tornar um herói simplesmente aprendendo artes marciais.

Mesmo que eu já entendia que os super-heróis eram nada mais do que fruto da minha imaginação, eu ainda tinha um desejo de usar a minha força para o bem dos outros.

Meu nome é Takahiro Gushiken, a 17 anos de idade estrela de judô. E não, isso não é me gabando

Na verdade, estou prestes a participar de um torneio de duas semanas a partir de agora que poderia fazer ou quebrar a minha carreira a nível internacional!

Claro, eu estava animado com a oportunidade de finalmente realizar meus sonhos e representar o meu país em um esporte que eu amava, mas a mesma emoção também me fez sentir incrivelmente nervoso.

E enquanto esses pensamentos preocupantes assombrado a minha mente, uma voz familiar ecoou do lado de fora da janela.


Koyomi: - Ooy! Taka-kun !! Tire sua bunda da cama!

Takahiro: - Ok, ok! Eu estarei lá, Koyomi!

Não querendo manter Koyomi espera, corri rapidamente para a porta da frente para deixá-la entrar. Nem mesmo perceber que eu ainda estava de pijama.
Takahiro: - Espere um segundo, Koyomi! Tenho que pegar meus sapatos antes de irmos para a escola.

Koyomi: Realmente? Eu nunca percebi que a nossa escola tinha uma rigorosa política de uniforme ou roupa de dormir. Agradável pijama, poderia emprestar depois o da sua mãe?
Por um momento, meus olhos se para baixo, percebendo que eu estava realmente vestindo o pijama. Deixei escapar um gemido de aborrecimento e voltei para o meu quarto.

Takahiro: - Bah, não há nada de errado com meus pijamas! The Golden Knigth é um famoso herói dos quadrinhos no oeste! Além disso, nem toda a gente prefere dormir nu como você ..

Murmurando essas palavras, comecei a tirar minhas roupas, não é particularmente preocupante a presença da menina.
Koyomi: - IS-ISSO SÓ ACONTECEU UMA VEZ! Você sabe muito bem que estava super quente aquela noite! E caramba! Quero receber avisos antes de se despir na minha frente , seu idiota!

Takahiro: - Você não parecia se importar com isso quando éramos pequenos. Talvez você quer que eu vire-se em vez disso?
Koyomi: - NÃO!PARA! Não me faça chutar o seu traseiro!

Decidi, tinha brincado com ela o suficiente e rapidamente puxei minha calça e prosseguir com o restante da roupa para ficar adequadamente vestido para a escola.


Takahiro: - Além disso, eu tinha uma razão para estar tão distraído

Koyomi: - Você ficou distraído ultimamente. O que está acontecendo nesse seu crânio oco ?
Takahiro: - É esse próximo jogo ... Eu não tenho nenhuma idéia de como alguém pode manter a calma quando uma carreira internacional está em jogo.
Takahiro: - Eu não ficaria surpreso se eu tinha feito a cenários apocalípticos o suficiente para encher o gênero apocalipse

Koyomi: - Oh,Ah, certo, o judo. Tenho certeza que você vai fazer bem. Eu vi algumas de suas partidas, e você é de chutar a bunda! E, claro, se você está realmente preocupado, você poderia orar sempre!
Takahiro: - Orar?
Koyomi: - O que? Não me diga que você não sabe? É uma das lendas da escola. Aparentemente, há algum santuário na floresta que, se você orar a ele, traz-lhe boa sorte.
Ichikawa-san disse que sua irmã orou a ele a noite antes de seu exame, e ela conseguiu um resultado perfeito!

Takahiro: - .. Um santuário que dizem que traz boa sorte? Soa falso para mim, mas neste momento eu estou disposto a tentar qualquer coisa, eu acho
Takahiro: - Vou perguntar a Ichikawa-san sobre a localização.
Takahiro: - Eu não estou com a mínima vontade de se perder na floresta e acabar virando um moderno Tarzan.

Koyomi: - Bem, seja qual for. Se você vai à procura, pelo menos, me envie uma mensagem para me informar. E você vai se apressar? Nós vamos ficar atrasados OUTRA VEZ
Takahiro: - Para um herói nunca é cedo demais ...
Nem demasiado tarde.

Eles chegam precisamente quando é necessário.
Takahiro: - Mas por uma questão de evitar a detenção, vamos nos apressar. 

Koyomi: - Isso é o assistente, não um herói, gênio! Como uma pessoa pode ser tão nerd nos esportes e tão geek ao mesmo tempo? 
Takahiro: - Não vamos esquecer o Casanova e Homem dos bits candidatos Ano, são detalhes importantes 
Koyomi: - Duvido que você se qualificar para qualquer um então, Homem Pijama .. 
Takahiro: - De qualquer forma, vamos audaciosamente ir onde todos tem ido antes: para a escola! 
Koyomi: - Uugh, Nerd!
 

Variás horas depois..
...
......
..........  
Mais tarde naquele dia, eu finalmente tive a chance de falar com meu colega de classe sobre a localização do santuário que Koyomi havia mencionado anteriormente.

Academia foi a última coisa que a programação para hoje, então quando as pessoas estavam prontos para ir para casa me aproximei do cara.


Takahiro: - Hey Ichikawa! É verdade que sua irmã descobriu algum santuário, que é dito que trás boa sorte? 

Ichikawa: - Ohoho! Deixe-me adivinhar, você quer namorar com ela. Bem, já que eu tenho que admitir que ela é muito atraente, mas acho que ela já está saindo com alguém
Ichikawa: - Para não mencionar, você não é o tipo dela! 
Takahiro: - Eu já tenho em mãos negociação com Koyomi. Você pode manter sua irmã para si mesmo. Piada à parte, eu estou mais interessado no santuário
Takahiro: - Ela mencionou que ela achou? Eu não sabia que havia alguma coisa perto da floresta, além do dojo.. 
Ichikawa: - Oh. Bem, uh .. Ela disse algo sobre ele estar perto de um rio. E muito alto. Para ser honesto, eu não estava prestando muita atenção, quando ela estava falando sobre ele.
Ichikawa: - Quer dizer, ela estava usando aquele top, apertado, e .. 
Takahiro: - Pare! Pare! Eu seriamente não preciso dos detalhes dela, e eu duvido que alguém mais está interessado. Então, você conhece alguém que pode ter ouvido sobre o santuário?
Colega: - Vocês estão falando sobre o santuário da sorte da floresta?
Takahiro: - O primeiro e único! De acordo com a irmã de Ichikawa, não é suposto ser um perto de um rio.
Colega: - Eu não sei nada sobre isso, mas há uma garota ardente no dojo Asakura que sabe mais sobre ele.
Ichikawa: - Espera ... você está falando Ariya-sama? Sobre esta altura, ridiculamente forte, e super assustadora?
Colega: - Essa é a única!
Ichikawa: - Oh! Nesse caso, eu acredito que eu ainda possa ser útil, Takahiro-kun! Eu sei onde fica esse lugar!

Takahiro:- Claro que sim. Então vamos. Você só quer ir junto, não é?

Takahiro:- Eu não acho que Ariya-senpai vai gostar de você visitá-la com os seus truques habituais em mente. Preciso lembrá-lo o que aconteceu da última vez que você tentou espreitar para ela depois que ela terminou prática?
Takahiro:- Sangue, suor e lágrimas ..
Ichikawa:- Sh-cale-se! Eu não vou espiar as senhoritas! Isso é calúnia, você sabe! Eu deveria processá-lo! Eu nunca iria olhar para corpo glorioso de Ariya-sama em qualquer estado de nudez!
Takahiro:- Ah, então você não tem visto nua ainda?
Ichikawa:- Eu já vi um pouco de um lado, mas o buraco que eu achei realmente não me deixou ter uma boa visão de ..
Takahiro:- Lá vamos nós, alguém chamar a polícia, Ichikawa espião confessou

*Em jeito de brincadeira Ichikawa's me afagou no ombro enquanto me virei, agarrando minha sacola no processo, e se preparava para sair*


Takahiro: Obrigado pela dica do, Ichikawa. Vou deixar o juiz saber, que foram útil durante o interrogatório

Ichikawa: isso é injusto! Eu não vou dizer mais nada até eu falar com o meu advogado

...

.....
........

Uma vez que a escola acabou, eu decidi me arriscar com o pouco de informaçoes que eu tinha conseguido obter dos meus colegas de classe. Se a memória não me serviu bem, Ariya-senpai estariam praticando no dojo hoje

É claro que eu sabia que ela era uma estudante de judo como eu, mas por alguma razão, ela foi se recusar a competir em qualquer torneio por um tempo agora

Takahiro: Ariya-senpai, você está por perto?


Gritei seu nome enquanto, eu estacionei minha bicicleta, olhando em volta para qualquer sinal da menina


Ariya: Hwah! Hyah! Hyyyah!

Takahiro: Heh, seguirei os gritos e irei encontrá-la

Sorri brevemente como eu vi Ariya aparentemente no meio da prática uma série de movimentos, quase como se estivesse lutando contra um oponente imaginário

Talvez agora foi uma oportunidade perfeita para surpreendê-la um pouco?
Eu escapei mais perto, certificando-se de fazer o mínimo de barulho possível, antes de chegar a mão para seu ombro.

Takahiro:-Ariya--


Sentindo uma mão em seu ombro, Ariya reagiu. Ela segurou minha mão, e com um grunhido alto, mudou seu peso enrolando e me inclinando sobre seu ombro.

Eu não tive tempo para me preparar para o impacto antes de eu bater no chão como um saco de batatas.

Ariya:-HYAAAHH! Ninguém foge para cima da grande Kunoichi Ariya! Oh! Taka-boy! Eu não sabia que era você! Sinto muito, você está bem?

Takahiro:-Kuinoichi? Mais como diabo da Tasmânia .. Esse lance não teve um pingo de misericórdia na mesma.
Ariya:-Não há misericórdia no ringue, Taka-boy. É melhor que você aprende que agora do que no tempo de duas semanas! Deixe-me adivinhar .. você quiser fazer alguma disputa não é?
Takahiro:-Na verdade, eu vim aqui para te perguntar uma coisa, mas eu acho que um pouco de treino não faria mal.
Ariya:-Oh? O que você quer perguntar? Temos toda a tarde, e eu poderia fazer com um pouco de uma pausa, de qualquer maneira
Takahiro:Por onde começar ... você usou para tomar parte em jogos grandes e importantes no passado, certo? Você nunca fico nervoso antes de entrar no ringue?
Ariya:-Oh sim. Hah! Uma vez, eu fiquei tão nervosa que escondi nos armários da cozinha até que meu pai me encontrou e me arrastou para o carro. Claro, isso foi quando eu era, tipo, oito
Takahiro:-Bem, obviamente, eu não posso ir e se esconder para o meu jogo. Mas um dos meus amigos fez esta sugestão estúpida que eu vá e rezar ou algo assim. Honestamente, neste momento Vou fazer qualquer coisa para me acalmar um pouco
Ariya:-Taka-boy. Você tem certeza sobre isso?
Takahiro:-Você quer dizer que do jogo? É claro que eu sou! Tenho praticado judô desde que eu tinha idade o suficiente para andar! Esta é a minha chance de finalmente representar este país, e para o esporte que eu amo!
Ariya:-Hmm...

Ariya pareceu pensar por um bom tempo, o tempo todo batendo o dedo no queixo. Eventualmente, ela estalou os dedos, e agarrou firme em mim.


Ariya:-Tudo bem! Vou dizer-lhe o caminho para este santuário, eu sei. Mas isso vai exigir mais do que um simples bater palmas de suas mãos e do bob de sua cabeça. Você precisa dar algo para o santuário, algo de valor.

Takahiro:-Eu acho que eu vou ter que pensar em algo antes de chegarmos lá. Obrigado, senpai. Agradeço a ajuda
Ariya:-Nós? Oh, não, não, não, Taka-boy. Eu não vou com você. Eu tenho treinamento para fazer. Além disso, você tem que dar esse passo se. Posso desenhar um mapa, e mostrar-lhe uma maneira fácil de voltar aqui, mas você estará em seu próprio
Takahiro:-Você não vai etiquetar junto? Nem mesmo por pouco tempo?
Ariya:- Com medo assim, Taka-boy. Deixe-me apenas pegar um pouco de papel. Vou desenhar esse mapa para você.
Takahiro:-Após o retorno de Ariya, preparações rápidas foram feitas, e eu segui as instruções anotados no mapa. Surpreendentemente, não foi tão longe. No entanto, a dica de como encontrar o meu caminho de volta, no caso de eu me perdi, foi um pouco modesto.
'basta olhar para baixo e você vai ser capaz de ver o telhado de dojo de qualquer lugar na colina

A floresta perto do dojo foi o meu primeiro desafio a superar. Um caminho estreito enrolada ao longo das árvores e nas proximidades do rio que a irmã de Ichikawa tinha mencionado

Segui rabiscos de Ariya com um pouco de ceticismo, mas depois de uma hora ou assim, eu finalmente cheguei ao santuário supostamente lendária.
O santuário em si parece surpreendentemente bem conservado apesar de estar no meio do nada. Isso me fez pensar se alguém poderia ser secretamente viver ali. Talvez algum mestre de artes marciais secreto?
O pensamento de um eremita, vivendo na clandestinidade dentro do santuário em oder para se preparar para uma próxima batalha entre o bem e o mal, começou a morar em minha mente.

Takahiro:- Eu acho que é bom demais para ser verdade ...


Eu suspirei de aborrecimento com o fato de que, além do santuário em si, o que o rodeia parecia completamente abandonado. Não havia nenhuma maneira que qualquer um poder estar vivendo lá


Por enquanto, eu decidi focar na razão por trás da minha visita


Levou apenas alguns momentos antes de reuni coragem de se aproximar do prédio. Uma vez lá dentro, eu encontrei um altar de vista um pouco extravagante de sorts na parte de trás da sala


Takahiro: - Eu acho que essa é a coisa que todo mundo estava falando


Silenciosamente, eu dobrei o mapa que eu tinha sido dado. Coloquei dentro da minha bolsa. Aproximei-me do altar


Eu estava meio cético sobre todo o aspecto religioso, então eu não estava muito certo se isso realmente vai funcionar


Takahiro: Eu nem acho que a sorte vai me fazer muito bem em um jogo como este


Na minha opinião, não há qualquer espaço para coisas como a sorte em artes marciais


Judo é tudo sobre como usar o conhecimento que adquiriu através da formação. É claro que uma boa quantidade de talento também ajuda.


Simplesmente não havia espaço para algo tão supersticioso quanto a "sorte". Claramente, este ia ser um jogo onde a minha experiência e talento seriam levados ao meu limite. Nada mais e nada menos.


Voz Feminina: - Que curioso. O menino não acredita em superstição, e ainda assim ele está aqui, rodeado pela mesma coisa que ele critica.


Ao ouvir a voz eu olhei ao redor, tentando encontrar de onde saiu, mas não havia ninguém.


Takahiro: - Quem está aí?

Voz feminina: - Quite a pergunta clichê. A coisa certa a perguntar é: '' onde estou?''
Takahiro: - O que você está falando? Mostre-se!
Voz Feminina: - Ainda não. Entretenha-me um pouco mais. Este é o lugar como nenhum outro. Por que você veio aqui, se você não acreditar em coisas como a sorte?
Takahiro: - Eu vim aqui para me preparar.
Voz Feminina: - Esclareça, para oque está se preparando.

Eu me senti um pouco irritado porque as perguntas continuaram, mas talvez se eu continuasse a falar com ela, eu seria capaz de descobrir onde ela estava se escondendo.


Takahiro: - Estou me preparando para um torneio. A disputa de judô

Voz Feminina: - Judo? O que pode ser isso?
Takahiro: - Sério, você não sabe o que é o judô? É uma arte de combate altamente qualificado
Voz Feminina: Aha ~ Então, você é guerreiro. Hesitante em ir para a batalha e veio aqui na esperança de encontrar a vontade de lutar!
Takahiro: - Eu não sou certo sobre a parte do "guerreiro" ..
Voz Feminina: - Quão afortunado ~ Isso só acontece assim que existe uma necessidade do seu tipo.
Takahiro: - Meu tipo?
Voz Feminina: - Um herói. Este santuário traz fortuna para heróis, como o senhor mesmo. No entanto, a cada grande herói deve sacrificar algo em troca
Takahiro: - ... Sobre o que os outros mencionaram.. Sua versão soa melhor, no entanto.

Ri brevemente da história, e eu decidi jogar junto e bati palmas deixando minhas mãos juntas em oração


Takahiro: - Então, qual é o próximo? Eu ofereço minha mesada ou algo assim?

Voz Feminina: - Não seja bobo. O dinheiro é de pouca importância a um herói. Para você, o sacrifício será algo de muito maior valor. Eu vou estar ansiosa para ver o que o destino tem reservado para você.

Como se na sugestão, eu comecei a sentir náuseas no momento que as palavras da moça chegou aos meus ouvidos, a minha cabeça girou descontroladamente. Lentamente, eu cambaleei para trás, caindo de costas.


A minha visão embaçada cresceu, o som de passos se aproximando podia ser ouvido.


Garota Misteriosa: - Boa sorte, então. Você vai precisar.


Apesar de minhas tentativas de subir de volta, tudo o que consegui foi um breve olhar sobre a menina.



A visão de chifres e uma cauda deixou muitas perguntas, mas antes que eu tivesse a oportunidade de proferir sequer uma única palavra, a minha consciência sucumbiu à escuridão.

...

.....

.......


Raios de luz solar mexeu comigo, de volta à vida, um gemido de irritação saiu da minha boca enquanto eu tentava ficar de pé


Eu me senti um pouco tonto, mas a primeira coisa que notei foi que eu não estava mais no santuário. Em vez disso, parecia a floresta perto do dojo.


Claro, meu primeira coisa que fiz foi olhar ao redor para ver se eu poderia encontrar a menina de antes, mas nenhum traço de sua presença apareceu.


Para tornar as coisas ainda mais estranhas, o caminho que eu estava, seguido em meio as árvores pareciam melhor de manutenção do que eu lembrava.


Takahiro: - Eu provavelmente deveria ir para casa ..


Esse pensamento foi interrompido quando o som de várias vozes femininas podiam ser ouvidos nas proximidades.


Voz Severa: - VOLTE AQUI! HIKAGE, impede elas de uma vez!

Voz Severa: - Exatamente o que você acha que eu estou fazendo? Eu estou perseguindo, então! Estou TENTANDO detê-las!
Voz melodiosa: - Nyahaa! Acho que elas perceberam o que está faltando, onee-sama!
Voz madura: - Continue correndo, só mais um pouco,é oque só podemos fazer! 

Apenas quando eu pensei que este dia não poderia ficar mais estranho, o som de passos pesados podiam ser ouvidos nas proximidades.


O que diabos está acontecendo aqui?


Mais à frente, vi um casal de meninas em perseguição de ainda mais rápido que as outras meninas! No entanto, havia algo estranho com esta cena. Algo que não faz qualquer sentido.


As meninas sendo perseguidas tinha orelhas e cauda de um animal ... E os perseguidoras parecia estar armadas com uma katana e naginata.



Garota com Katana: - Você conivente raposa! Volte aqui de uma vez! Devolve o que você roubou imediatamente!

Garota com Naginata: - DEVOLVE MINHA CALCINHA!!!
Garota com Katana: H-H-H-H-HIKAGE!!!! COMO VOCÊ PODE DIZER ALGO ASSIM EM VOZ ALTA!?


Kitsune Loira: - Hahaha! Calcinha, calcinha!
Kitsune dos cabelos Pratinados: - Haha! Oh não! Ajuda, livrai-nos das mulheres furiosas! hehehe

Enquanto eu observava as meninas fugir, eu não deveria ajudar, mas encontro-me lutando com a decisão de deixá-las fugir.


Enquanto eu não sabia o que estava a passar, eu fiquei olhando as duas meninas armadas com adereços bastante realistas (certamente eles não poderiam ser reais) isso tava me preocupando.


Eu não poderia muito bem chamar-me de herói se eu deixar algo assim passar sem agir~


Takahiro:- Eu sou assim e arrependerei disso


Evitando murmurar em aborrecimento, eu perseguia as meninas.


Garota com Katana:- Hikage! Dê a volta para a esquerda!

Garota com Naginata:- Certo! (right)

Garota com Katana:- EU DISSE ESQUERDA! POR QUE VOCÊ SEMPRE ME PREJUDICA?

Garota com Naginata:- Eu não estava dizendo 'direita', eu estava .. Você sabe o que, não importa, apenas corra atrás delas! (obs: right=certo e tb =direita de direção)

Como eu estava perseguindo as meninas, eu notei que as árvores parecia estar ficando mais densa, tornando-se gradualmente mais difícil de navegar ao longo do caminho


Kitsune loira:- Onee-sama, eu não acho que não consigo correr mais! eu estou .. eu estou começando a sentir um ..nhhhhh ..!

Kitsune dos cabelos platinados:- Apenas um pouco mais, Maeko-chan, estamos quase ... MAEKO!! maeko, não isso, não agora!
Kitsune loira:- D-Desculpe... onee-sama..

Garota da Naginata:- Ataque Scissor!


Cheguei a tempo de encontrar uma cena feita em linha reta de um filme de ação. A menina com o cabelo loiro desmaiou, nos braços da companheira.

As duas meninas armadas estavam se aproximando, correndo de modo frenético quase inconfundivelmente com instintos de matar. 
Qualquer artista marcial experiente teria percebido. Essas meninas vão ganhar uma surra se eu não detê-las!

Garota da Katana:- Nós pegamos vocês agora, ladras! Eu vou pessoalmente levar seus traseiros de volta pra cidade e coloca-los no tronco! Talvez eu até mostre a vocês como é correr por ai sem calcinha!


Garota da Naginata:- Yeah! Embora, devo admitir, com uma brisa lá se sente meio que, bem! Me sinto fresca e formigando lá.

Garota da Katana:- Hikage! Você não tem vergonha? Isto não é sobre você. É sobre nossas roupas íntimas. Roubadas. E essas duas criminosas sendo levadas à justiça!


Kitsune loira:- Nnhh.. Onee-sama... isso dói...minha cabeça dói!
Takahiro:- Parem com isso aí--
No entanto, antes de eu interromper a conversa, a garota dos cabelos platinados jogou algo no ar


Kitsune dos cabelos platinados:- Shhh, ele vai ficar bem pequeno..
Kitsune dos cabelos platinados:- Hey! guardas! Se vocês estão tão desesperadas para ter sua calcinha de volta, então aqui, pega!



Que quer que fosse, ele estava voando direto para minha cabeça. As duas meninas samurai instantaneamente cresceu perturbado.

Takahiro:- Ugh, eu não posso ver! Que diabos lançaram e--


Tirando os itens do meu rosto, eu levantei-los no ar, parecendo um professor que examina uma amostra importante que os ladrões fizeram em sua fuga.


Takahiro: Um sutiã rosa e uma calcinha rendada preta ...


Oh boy, eu sabia que isso não ia acabar bem ...


Garota da Katana: Ah! Você aí! Você está em conluio com essas raposas astutas? E entregá-los de volta imediatamente! Essas são provas de um crime, e não é para qualquer outra pessoa tocar!

Garota da Naginata: Jogue a calcinha AGORA MESMO!
Takahiro: Eu sou inocente até que prove o contrário! É uma das regras de ouro da corte! Assim, pare de apontar essas armas em mim para que eu possa entregar suas langeries... sem ser transformado em kebab.
Garota da Katana: O que, não, para, CALE A BOCA !! BASTA SOLTAR AS PROVAS E IR EMBORA!'' Eu sou Tsukino Miyo, chefe dos guardas de aldeia, e eu estou ''ORDENANDO'' que você largue oque está segurando, agora mesmo!

Takahiro: Eu não sei de nenhum guardas de aldeia, e eu duvido seriamente que um policial iria ir pelo arredor, vestida assim, e empunhando uma katana.

Takahiro: Mais importante. O solo aqui é barrenta e suja. Tem certeza de que, eu deveria largar as evidências aqui? Quer dizer, eu poderia, mas ...
Garota da Naginata: HYAAAH!!

Antes que eu pudesse reagir, a garota de cabelos rosa se lançou em direção a mim, a extremidade pontiaguda de sua naginata apontando para meu estomago.


Meus reflexos pegou bem na hora, e eu era capaz de espalmar a lança como ele navegou através do ar. Eu bati para cima na haste de madeira da arma, enviando-o para o ar, e fazendo com que a menina a perdesse o equilíbrio.


Miyo: Narumi! Eu não pedi para atacar!

Takahiro: Bem! Bem! Vou dar-lhes de volta! Nossa, apenas a minha sorte para encontrar um monte de meninas loucas com armas ...

Estendendo a mão que segurava as roupas de baixo, eu tentei entregá-los, algo que eu iria em breve acabar lamentando ...


Narumi: Hah! Você acha que eu ia cair em algo tão simples! Tolo! Você pode ter me enganado uma vez, mas não vou deixar isso acontecer novamente!


A mulher virou a arma grande, arqueando o poste de madeira grossa no meu lado antes que eu pudesse esquivar.


Ela então se lançou para a frente, e me agarrou com força, puxando meus braços em volta pelas minhas costas, deixando-me com costelas doloridas e em uma posição propensa.


Eu poderia ter lutado por trás, mas achei que só levaria a mais combates. Com a possibilidade de acabar esfaqueado, eu decidi permanecer passivo.


A menina empunhando espada deu um passo adiante, e pegou a calcinha de seda da minha mão, triunfante.


Myio: Hmph ... Seus métodos podem ser brutos, mas eles obtiveram resultados, Hikage. Amarre-lo. Vamos trazê-lo para interrogatório. Ele provavelmente sabe onde essas ladrãs traquinas estão se escondendo.

Narumi: Certo!
Takahiro: E as pessoas perguntam por que os criminosos querem resistir à prisão em todos os custos ...
Resmunguei este fracamente enquanto a menina com os meus pulsos amarrados e naginata junto com a corda, e eu logo me senti arrastado pela dupla em direção à cidade.

Takahiro: Certamente, uma vez que sairmos fora da floresta, vocês duas vão parar este ato de vocês e me deixarem ir, certo? Por mais que eu goste de brincar, eu tenho coisas mais importantes para fazer.

Miyo: A cidade? Hah! Nós não estamos tendo-lhe todo o caminho até lá! Você vai passar a noite na aldeia, ladrão!
Takahiro: Quem você está chamando de ladrão ?! Eu sou a vítima! Em primeiro lugar,jogaram langeries na minha cara, então eu tive que lidar com o abuso físico, e agora estas acusações ?! Além disso, não há nenhuma aldeia em torno deste lugar. É uma cidade! Você sabe, Tsukino Toshi!
Miyo: Silêncio! Hikage, se ele falar novamente antes de chegarmos à aldeia, você tem a minha permissão para derrubá-lo inconsciente!
Takahiro: ... Tsundere Tyrant ...
Narumi: Hehe ... isso é engraçado!

E é assim que eu acabei, no meu caminho para uma cela, algemado e arrastado por duas meninas, ambos de que eu comecei a suspeitar que eram loucas.


Quando saímos da floresta, alarmes partiu em minha mente. A cidade que eu tinha vivido em toda a minha vida ... Ele tinha ido embora!


Takahiro: Só pode estar de brincadeira comigo ...

Takahiro: Se eu não estava em Tsukino Toshi, então onde diabos eu estava ?!
Narumi: Ei, sem falar! Vamos lá, quero muito não te bater... kinda ... talvez um soco ou dois. 
Narumi: Eu só quero saber como diabos você me bloqueou tão facilmente!
Takahiro: Seu ataque tinha muito poder por trás dele, mas era uma espécie de ataque previsível. Tendo movimento certo e força o suficiente, isso é o resultado que obtém.
Takahiro: Enfim ... Vou jogar junto um pouco. Em que mundo estamos? Isso claramente não é a minha cidade natal. Quer dizer, os edifícios parecem mais com algum tipo de filme samurai clássico.
Narumi: Hã? Que diabos é um "moo-vey '? Este é Harumaru. Tem sido aqui para sempre!
Miyo: Hikage! Eu acho que disse para silenciá-lo se ele falasse de novo!
Narumi: Na verdade, você me disse que eu poderia, mas você não me disse que eu tinha que fazer!
Takahiro: Deve ser difícil, sendo o subordinado de alguém assim.
Miyo: Fique quieto ou eu vou silenciar você!
Desta vez, não parece ser uma ameaça vã. A menina desembainhou sua katana e agora estava descansando na borda da lâmina contra a minha garganta. Eu já estava começando a me arrepender de ter sido herói mais cedo ...
Esperançosamente, não haveria alguém com mais bom senso na aldeia.

Vários minutos mais tarde

...
......
.........

[ ABANDONADO ]


Leia também:

4 comentários

  1. Respostas
    1. Nãao, parei, desanimou. A vns é gigantesca e eu traduzo pelo tradutor e ajusto tudo num modo que de pra compreender. Talvez eu volte, ainda não tá nos meus planos mas depois do seu comentário aqui, deu vontade de voltar kk' ~Kissus

      Excluir
  2. ficou mt bom nao consegue passa a traduçao pro jogo ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Infelizmente não sei como faz, sei que tem toda uma mecânica complicada dentro de visual novel para mudar as falas mas infelizmente não sei fazer

      Excluir

© 2017 Sweet Magic. Re-Design By: Juciane Damasceno. Tecnologia do Blogger.
Eu Sou do CBBlogers